Fechar o Ano Velho

Quase quase a fechar o ano velho… Acontece que não quero fechá-lo, quero sim festejá-lo e perpetuá-lo, dar-lhe continuidade! Foi (um pouco) mais de 365 dias de novas experiências, ou pelo menos postas em prática, de realização de uma vontade imensa guardada há muito tempo em mim. Há tempo demais, ou talvez não… as coisas têm uma altura certa para acontecer. O momento em que as forças se conjugam à nossa volta. O momento em que tomamos a decisão, o momento em que as pessoas certas surgem ou ressurgem à nossa frente como se dessem um trambolhão e ficássemos frente a frente. Daí percebemos que estamos ali com o mesmo proposito e o inevitável acontece!

Abri assim uma porta que já tinha dado por fechada há algum tempo embora às vezes fosse lá dar uma espreitadela.

Algo reviveu em mim, não sei explicar o quê mas talvez fosse… Eu mesma! O EU que tinha seguido outros caminhos, chegado a outros sítios, criando coisas maravilhosas que não me deixaram tempo para procurar o EU que faltava e que tinha perdido não sei onde. E assim do nada (como quem desvia um armário e olha para o que lá ficou tempos infinitos)… lá estava o EU! Malvado, tanto que andei à tua procura e tu… aqui! Mesmo debaixo do meu nariz!Wee_20141222_025037

Bastou voltar a vesti-lo como se de uma camisola se tratasse, e aqui estou EU, a reaprender a viver com… EU 😊. Ano de iniciação. 2015 vai trazer mais mudanças porque agora sei que apesar das maravilhas que criei na minha vida e sem as quais não vivo, posso criar ainda mais fortalecendo ainda mais a minha felicidade bem como a dos que me rodeiam! 💙💚🎨

Anúncios